Mensagem

PENTECOSTES - Princípios para minha vida.

Deuteronômio 16:9-12

Introdução:

·         O AT nos mostra o caráter de Deus e seus princípios de vida. Antiga Aliança.

·         Leis p/ Terra Prometida ensinam como Ele sonhou a vida em comunidade.

·         Os princípios do AT não mudam, pq Deus é o mesmo.

·         Mas Jesus eleva sua expectativa com relação aos que vivem a Nova Aliança.

·         Sermão Monte (Mt 5-7): “Vocês ouviram o que foi dito...eu porém vos digo...”

o    ‘Não matarás’ -> ‘agora é não odeie seu irmão’.

o    ‘Não adulterarás’ -> ‘agora é não olhe para mulher para desejá-la’.

o    ‘Olho-por-olho, dente-por-dente’ -> ‘agora é ofereça a outra face’.

·         As festas apontam para princípios que devem fazer parte da vida prática.

·         Três festas:

o    Páscoa: celebrava a libertação da miséria/escravidão. Pão de sabor ruim, sem tempo de ser preparado com fermento. Pressa! Celebração no Templo – em comunidade, com sacerdotes.

§  Hoje: celebramos a morte/ressurreição. Ceia do Senhor.

o    Pentecostes (ou Semanas ou Primícias): celebrava o recebimento da Lei e o sustento de Deus. Pão com fermento, saboroso.

§  Hoje: celebramos a vinda do ES. Oferta voluntária.

o    Tabernáculos: fim da colheita. 1 semana dormindo em barracas.

§  Hoje: somos peregrinos sobre a Terra, até a volta de Jesus.

o    Todas em tom de absoluta alegria, celebração, ‘festa’.

o    As festas lembravam o povo de que fazemos parte de algo maior.

o    Lembravam o povo de que havia uma história a ser contada.

o    As três festas foram cumpridas em Jesus na Nova Aliança:

§  A Páscoa em Sua morte e ressurreição.

§  O Pentecostes no derramamento do Espírito.

§  O Tabernáculos: nosso estilo de vida, como peregrinos.

·         Festas foram estabelecidas por Deus para que Seu povo celebrasse a provisão divina, a proteção divina e acima de tudo a generosidade de Deus. Eram lembretes regulares de como o povo de Deus era abençoado.

·         Quem é abençoado também deve abençoar.

1.       Pentecostes AT

·         Pentecoste (50 dias) – festa de gratidão pelo início da colheita do trigo.

·         No momento das Primícias (início da colheita), lembrar-se de ordens:

o    não ir até a borda da lavoura, não recolher o que caiu e não passar uma segunda vez para colher (Lv 23.22). Ver Rute.

·         O povo de Israel trazia uma oferta voluntária/espontânea.

·         Não havia valor ou percentual definido, esperava-se liberalidade.

1 Cor 16:2 No primeiro dia da semana, cada um de vocês separe uma quantia, de acordo com a sua renda, reservando-a para que não seja preciso fazer coletas quando eu chegar.

·         A alegria era a marca da festa (v. 11).

2 Coríntios 2:7 Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.

·         Alegria: colheita, sustento, perdão pecados, reconciliação e Aliança (Lei).

·         Era oportunidade imperdível de adoração – muito vinham no mesmo dia.

·         Todos deveriam participar – inclusão de órfãos, viúvas e estrangeiros.

·         Na cultura da época, uma viúva estava sendo castigada (amaldiçoada) por alguma divindade. O homem tinha medo de ‘interferir’ neste castigo ajudando pessoas amaldiçoadas.

·         Ofertas no AT:

o    Ofertas por pecados (ignorância): cortes para sacerdotes e povo.

o    Ofertas por transgressões (infrações da lei): cordeiro perfeito.

o    Ofertas queimadas (pactos): exceto pele, tudo era queimado.

o    Oferta de paz/gratidão: inclusive animais imperfeitos. Liberalidade.

·         Dízimos no AT: quase 25%/renda para o templo: sustento, sacerdotes e ação social.

·         Resumo: Deus é soberano e generoso. Eu sou agradecido e generoso.

2.       Pentecostes NT

·         Celebração do Espírito Santo, em lugar da Lei, das primícias (1ºs salvos debaixo da Nova Aliança), multiplicação: O ‘Povo de Deus’ não era mais somente a descendência de Abraão, agora todo convertido torna-se parte.

3.       Fazemos parte de algo maior

·         Generosidade é marca de Deus com Seus filhos. Seja generoso também.

·         Generoso X Pão duro.

·         Seja generoso com pessoas: no trânsito, na sala de espera / seja pão-duro com seu celular.

·         Seja generoso dando teu tempo para ouvir e conversar / seja pão-duro com mídias e TV.

·         Seja generoso com suas finanças, ofertando uma parte proporcional dos seus recursos à igreja local. Seja pão-duro com bancos!

·         Seja generoso com teu tempo: para a Igreja, sendo pontual.

·         Seja generoso com pessoas que dependem de você.

Você fará?

Marcos 8.34 Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. 35 Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; mas quem perder a sua vida por minha causa e pelo evangelho, a salvará.