Mensagem

A Segunda Milha

A Segunda Milha

Mateus 5.38-42

·         Segunda milha: satisfação em Jesus, não nas opiniões do outro.

·         Ofensas, injustiças, lutas e derrotas não nos afastam do caminho de Jesus.

1.       Mateus, contexto

·         De 4.12 até fim 7: Proclamação do Reino.

·         ‘Ouviram o que está escrito’ X ‘Eu porém vos digo.

·         Jesus apresenta a Nova Justiça. Uma nova compreensão de como cumprir a Lei.

·         Mateus 5.38-42 “Da vingança”. Não fala sobre salvação, mas como agir depois da salvação.

·         Jesus nasceu, perseguido, caminho preparado (João Batista), chamou Seus discípulos. Essa era a parte do relacionamento com Deus.

·         Agora vem a parte difícil: relacionamento com o próximo.

2.       A Segunda milha

·         Soldados romanos: poderiam recrutar mão de obra e outros recursos pela distância máxima de uma milha (Ex: Simão em Lc 15).

·         O padrão do mundo não determina minhas ações.

·         Lembre-se: aqui não são leis, mas princípios.

·         A sequência da passagem é:

o    se for ofendido não ofenda de volta (tapa), deixe que ofenda.

o    se for injustiçado não resista

1 Cor 6.7 O fato de haver litígios entre vocês já significa uma completa derrota. Por que não preferem sofrer a injustiça? Por que não preferem sofrer o prejuízo?

o    se for convocado, exceda a expectativa.

·         Segunda milha: outra cultura, e a obrigação limitada.

Filipenses 2.3 Humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. 4 Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. 5 Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus.

o    O final: dá a quem te pede (desafio do Marmitex).

Gl 6.10 Enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.

·         Não é critério de salvação, não é garantia de mansão celestial.

·         É a resposta que Jesus espera dos Seus discípulos.

·         Deixa de ser ordinário para ser extraordinário.

·         Vou mudar meu estilo de vida para o que é excelente.

·         Superar o que é esperado de você.

·         Mudança de atitude.

·         Imagina a reação do oficial romano...

·         Coragem: receber crítica.

3.       Esse é o nosso estado natural

·         A boa notícia, é que o que Jesus está ensinando é nosso estado natural.

·         Está nos alertando de que o mundo tem padrões que tentam nos influenciar, mas que são incompatíveis com o plano original para o ser humano.

·         Fomos criados à imagem e semelhança de Deus.

·         Por definição, por projeto, por propósito: andar de acordo com o Reino.

·         O ser humano não foi criado para pecar.

·         Fomos criados à imagem e semelhança de Deus, para O adorarmos, para O servirmos e O anunciarmos.

·         O pecado nos distorceu.

·         Uma vez que estou em Cristo, volto a ser o que era originalmente.

Romanos 3.23 Todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.

2 Coríntios 5.17 Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! (eis que tudo se fez novo)

·         Estar ‘em Cristo’ não nos obriga a estas atitudes.

·         Estar ‘em Cristo’ nos dá a liberdade de agir assim.

·         Nós fomos criados, originalmente, para boas obras.

·         E agora estamos livres para praticá-las.

·         No Espírito, aqueles que nasceram de novo – voltam ao projeto inicial.

·         O projeto de Deus para você é viver de acordo com o Reino.

Mateus 25.31-40

Para Reflexão:

·         Você pode compartilhar uma experiência concreta de como o descanso em Jesus te ajudou a superar momentos de tormenta? Enfrentar dificuldades ou conflitos descansando em Jesus X ansiedade, ofensas, desespero, etc.

·         Andar a segunda milha é um privilégio dos filhos de Deus. Qual tem sido a tua experiência com esta atitude (compartilhe experiências positivas e desafiadoras).

·         Como foi o desafio do Marmitex?

Pr. Fridbert August